Plantão
Educação

Defensoria vai ouvir pais de candidatos de concurso para Colégio da PM

Publicado dia 12/12/2017 às 13h59min | Atualizado dia 12/12/2017 às 14h20min
Segundo a defensora pública Sandra Moura de Sá, parentes das crianças procuraram o plantão da Defensoria no sábado, 9 (Foto: Metrópole News)

O Núcleo de Direitos Humanos e Ações Coletivas da Defensoria Pública do Estado do Ceará deve ouvir familiares de alunos que apresentaram denúncias acerca do concurso do Colégio da Polícia Militar do Ceará - General Edgard Facó, hoje, às 13 horas, em audiência pública. Foram notificados a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a instituição de ensino e a empresa responsável pelo concurso.

Segundo a defensora pública Sandra Moura de Sá, parentes das crianças procuraram o plantão da Defensoria no sábado, 9. Foi concedida pela Justiça uma liminar para que as crianças que tiveram a inscrição cancelada, em razão da faixa etária, pudessem fazer a prova. No domingo, conforme a defensora, a situação se agravou. “Temos informações de crianças sendo passadas por cima do muro, casos de constrangimento de 16 mil inscritos, 770 inscrições indeferidas”, relatou.

Na audiência, os pais devem apresentar documentos comprovando os incidentes. Conforme Sandra, também houve incidentes no colégio da PM em Juazeiro do Norte, que teve prova organizada pela mesma empresa. A defensoria disse que, se não houver um acordo em âmbito administrativo, vai ingressar com uma ação coletiva pedindo a anulação da prova. “Além do indeferimento das inscrições, houve um dano moral coletivo”, afirmou Sandra Moura de Sá.

Por: Jéssika Sisnado

 
Fonte: O Povo

ÚLTIMAS Notícias

Fale Conosco

Caucaia-Ce
(85) 3011-1308 | (85) 8121-5746 | (85) 8121-5746
metropolenewscaucaia@gmail.com