Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Imagem Do Topo

Cobrança de contas 'duplicadas' é suspensa até dezembro e Enel é multada em R$ 384 mil

A cobrança das segundas faturas de energia enviadas aos consumidores cearenses com vencimento em um mesmo mês foi suspensa até 31 de dezembro após a Enel Distribuição de Energia e o Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon) firmarem um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Clientes da empresa estavam recebendo duas contas com vencimento em um mesmo mês desde julho deste ano. Além do acordo, a Enel foi multada em R$ 384 mil.
 
O TAC garante que os consumidores não precisem pagar a segunda fatura até o fim do ano. A aplicação de juros e multas por atraso também deve ser interrompida. Após este prazo, a empresa deve ofertar aos clientes de baixa renda, seja qual for o valor da segunda fatura cobrada, a possibilidade de parcelar em até 20 vezes a conta.
 
Para os demais consumidores, será ofertada a possibilidade de parcelamento em até 15 vezes, sem a necessidade de pagamento de entrada.
 
COBRANÇA É DEVIDA
 
O Decon confirma que a cobrança da conta é devida quando se refere a leituras de energia realizadas em períodos distintos, mas alerta que a Enel errou ao não informar aos clientes sobre a mudança de sistema que acarretou na segunda fatura.
 
“Isso ocasionou várias dúvidas nos consumidores, que tiveram seu orçamento comprometido por não poderem pagar duas faturas em um mês”, saliente a assessora jurídica do Decon, Paula Nogueira.
 
Além de multa, a Enel fica obrigada a investir cerca de 500 mil em publicidade, em veículos de comunicação, para informar ao consumidor o que ocorreu. Fornecer uma lâmpada LED para clientes de baixa renda entre os prejudicados pela mudança. E também enviar, junto das próximas duas faturas, retratação informando ao consumidor os telefones dos canais de atendimento ao cliente.
 
Ainda segundo o Decon, o Código de Defesa do Consumidor determina que, havendo mudança no calendário de pagamentos de fatura, o cliente deve ser informado, especificamente por escrito, e com antecedência de um ciclo de faturamento.
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Nossos Contatos

Entre em contato conosco

WhatsApp - 85 8121-5746

 

ANUNCIE EM NOSSO SITE E APAREÇA DE VERDADE

TEMOS UM ESPAÇO ESPECIAL PARA SEU ANUNCIO

 

Imagens das Postagens

Vídeo mostra quando moradora de rua é morta a tiros após pedir R$ 1

Mais um homicídio no Padre Júlio Maria em Caucaia

Câmara Municipal de Fortaleza aprova criação de 600 vagas para o Instituto José Frota (IJF)

Homem é morto após realizar assalto no Bairro Aldeota, em Fortaleza

Ex-presidiário é morto dentro de bar no Padre Júlio Maria em Caucaia

Ônibus pega fogo e fica destruído na BR-222, em Caucaia

Assalto a ônibus metropolitano da linha Jurema em Caucaia

Fortaleza bate o CSA e agora mira vaga na Sulamericana.

Ceará perde para Chapecoense, e fica próximo do Z4

PORTAL METRÓPOLE NEWS © 2018 Todos direitos reservados