Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Imagem Do Topo

Conta de luz volta a ter aumento em maio, após cinco meses de Bandeira Verde

As contas de luz vão ficar mais caras em maio. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu que a bandeira tarifária de maio será amarela, o que implicará um custo adicional de R$ 1,00 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumido. De dezembro até abril, estava em vigor a bandeira verde, em que não há cobrança de taxa extra. 

As duas variáveis que definem o sistema de bandeiras tarifárias são o preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e o nível dos reservatórios das hidrelétricas, medido pelo indicador de risco hidrológico (GSF, na sigla em inglês).

"Maio é o mês de início da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN). Embora a previsão hidrológica para o mês indique tendência de vazões próximas à média histórica, o patamar da produção hidrelétrica já reflete a diminuição das chuvas, o que eleva o risco hidrológico (GSF) e motiva o acionamento da bandeira amarela", diz nota divulgada pela Aneel.

Com relação ao PLD, a Aneel avalia que, diante da perspectiva de que as afluências aos principais reservatórios fiquem perto da média, o PLD deve permanecer próximo ao registrado nos últimos meses. 

Escala 

Na bandeira verde, não há cobrança de taxa extra. Na bandeira amarela, a taxa extra é de R$ 1,00 a cada 100 kWh consumidos. No primeiro nível da bandeira vermelha, o adicional é de R$ 3,00 a cada 100 kWh. E no segundo nível da bandeira vermelha, a cobrança é de R$ 5,00 a cada 100 kWh.

O sistema indica o custo da energia gerada para possibilitar o uso consciente de energia. Antes das bandeiras, o custo da energia era repassado às tarifas no reajuste anual de cada empresa, e tinha a incidência da taxa básica de juros. A Aneel deve anunciar a bandeira tarifária que vai vigorar em junho no dia 31 de maio.

Via: Diário do Nordeste 

 

Leia também: 

Chefe do tráfico de drogas de Itapipoca é executado em restaurante na Cidade 2000, em Fortaleza

 
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Nossos Contatos

Entre em contato conosco

WhatsApp - 85 8121-5746

 

ANUNCIE EM NOSSO SITE E APAREÇA DE VERDADE

TEMOS UM ESPAÇO ESPECIAL PARA SEU ANUNCIO

 

Imagens das Postagens

Colisão entre dois ônibus bloqueia faixa da BR-222, em Fortaleza

Mais três comunidades de Caucaia recebem melhorias em estradas vicinais

Padrasto e mãe transitaram com bebê morta em bicicleta na Pajuçara, aponta Polícia

Decon multa Vila Galé Cumbuco em R$ 362 mil

Mãe e padrasto são presos por matar criança de 1 ano e 10 meses e forjar desaparecimento em Maracanaú

Homem joga pedras em igreja, finge estar armado e acaba baleado por vigilante em Fortaleza

Casal armado tira criança de 1 ano e 10 meses dos braços da mãe em Maracanaú

Jovem é morto a tiros na frente da filha em Maracanaú; criança implorou para não matarem o pai

Homem armado faz reféns em ônibus na Ponte Rio-Niterói

PORTAL METRÓPOLE NEWS © 2018 Todos direitos reservados