Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Imagem Do Topo

Beija-flor faz ninho em agência de proteção ambiental de Sobral e vira atração entre funcionários

A sede da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMA), em Sobral, passou a ser a nova "moradia" de um beija-flor da espécie Besourinho de Bico Vermelho. Há cerca de três semanas, o pássaro construiu um ninho em um dos cactos do jardim da autarquia. Ele foi batizado, pelos funcionários, de "Aminha", nome dado em homenagem ao órgão. Adaptado ao ambiente, a beija-flor já está chocando dois ovos.

O ninho foi confirmado quando o diretor da unidade de conservação do local foi investigar o fato, conta a advogada Natália Nara de Araújo. “Constatamos que era um ninho, realmente. São dois ovinhos que ela está chocando. A gente chega e já dá o bom dia dela e sempre voltamos para dar uma olhadinha”, brinca.

Segundo José André Neto, que trabalha no local e é fotógrafo de pássaros, esta espécie é uma das oito identificadas por ele na cidade de Sobral. “Já faz 10 anos que observo pássaros aqui. Cataloguei mais de 232 espécies em toda a região". Ainda segundo o especialista, o pássaro gosta de locais como jardins e quintais floridos.

Natália recorda que tomou um susto quando viu o pássaro atravessar o seu caminho. "Estava saindo para a reunião quando algo passou na minha frente, até me assustei. Parei, olhei e perguntei: é um beija-flor? Algumas pessoas que estavam na recepção confirmaram. Vimos que ele sempre vinha, se estabelecia no cacto e saía”, lembra. Ainda conforme Natália, o fato de a beija-flor ter feito um ninho na instituição "é uma simbologia que valoriza ainda mais o nosso trabalho, porque somos uma agência de proteção ambiental”.

Proteção

Na vida do beija-flor Besourinho de Bico Vermelho, o macho não participa do processo de criação dos filhotes. Os ovos que estão na sede da AMA de Sobral devem eclodir entre 15 e 18 dias. Durante esse período, a mãe sai poucas vezes. Após os filhotes nascerem, ela continua por perto por mais 20 dias, até os filhotes conseguirem voar e se alimentarem sozinhos. “Todos que trabalham na agência estão cuidando e tentando proteger da melhor forma possível”, aponta o fotógrafo de pássaros. 

Leia também: 

Carteira de estudante de 2018 tem validade prorrogada até junho em Fortaleza

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Nossos Contatos

Entre em contato conosco

WhatsApp - 85 8121-5746

 

ANUNCIE EM NOSSO SITE E APAREÇA DE VERDADE

TEMOS UM ESPAÇO ESPECIAL PARA SEU ANUNCIO

 

Imagens das Postagens

Corpo em estado avançado de decomposição é encontrado em terreno na Av. Bezerra de Menezes

Iniciada licitação da Barra Nova em Caucaia; Mestre Antônio também será requalificado

Idoso passa mal em ponto de ônibus em Fortaleza, é socorrido por motorista e morre em veículo

Secretaria de Administração Penitenciária do CE diz que agente levou grades de celas em Cariré com autorização do órgão

Enel Distribuição Ceará entrega 50 geladeiras em São Gonçalo do Amarante

Até as grades das celas da cadeia pública de Cariré são furtadas

Ambulância com dois pacientes sofre incêndio a caminho do IJF

Chacina em bar deixa 11 mortos em Belém

Ministério Público pede demissão de familiares da prefeita em Boa Viagem

PORTAL METRÓPOLE NEWS © 2018 Todos direitos reservados