Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Imagem Do Topo

Beija-flor faz ninho em agência de proteção ambiental de Sobral e vira atração entre funcionários

A sede da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMA), em Sobral, passou a ser a nova "moradia" de um beija-flor da espécie Besourinho de Bico Vermelho. Há cerca de três semanas, o pássaro construiu um ninho em um dos cactos do jardim da autarquia. Ele foi batizado, pelos funcionários, de "Aminha", nome dado em homenagem ao órgão. Adaptado ao ambiente, a beija-flor já está chocando dois ovos.

O ninho foi confirmado quando o diretor da unidade de conservação do local foi investigar o fato, conta a advogada Natália Nara de Araújo. “Constatamos que era um ninho, realmente. São dois ovinhos que ela está chocando. A gente chega e já dá o bom dia dela e sempre voltamos para dar uma olhadinha”, brinca.

Segundo José André Neto, que trabalha no local e é fotógrafo de pássaros, esta espécie é uma das oito identificadas por ele na cidade de Sobral. “Já faz 10 anos que observo pássaros aqui. Cataloguei mais de 232 espécies em toda a região". Ainda segundo o especialista, o pássaro gosta de locais como jardins e quintais floridos.

Natália recorda que tomou um susto quando viu o pássaro atravessar o seu caminho. "Estava saindo para a reunião quando algo passou na minha frente, até me assustei. Parei, olhei e perguntei: é um beija-flor? Algumas pessoas que estavam na recepção confirmaram. Vimos que ele sempre vinha, se estabelecia no cacto e saía”, lembra. Ainda conforme Natália, o fato de a beija-flor ter feito um ninho na instituição "é uma simbologia que valoriza ainda mais o nosso trabalho, porque somos uma agência de proteção ambiental”.

Proteção

Na vida do beija-flor Besourinho de Bico Vermelho, o macho não participa do processo de criação dos filhotes. Os ovos que estão na sede da AMA de Sobral devem eclodir entre 15 e 18 dias. Durante esse período, a mãe sai poucas vezes. Após os filhotes nascerem, ela continua por perto por mais 20 dias, até os filhotes conseguirem voar e se alimentarem sozinhos. “Todos que trabalham na agência estão cuidando e tentando proteger da melhor forma possível”, aponta o fotógrafo de pássaros. 

Leia também: 

Carteira de estudante de 2018 tem validade prorrogada até junho em Fortaleza

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Nossos Contatos

Entre em contato conosco

WhatsApp - 85 8121-5746

 

ANUNCIE EM NOSSO SITE E APAREÇA DE VERDADE

TEMOS UM ESPAÇO ESPECIAL PARA SEU ANUNCIO

 

Imagens das Postagens

Colisão entre dois ônibus bloqueia faixa da BR-222, em Fortaleza

Mais três comunidades de Caucaia recebem melhorias em estradas vicinais

Padrasto e mãe transitaram com bebê morta em bicicleta na Pajuçara, aponta Polícia

Decon multa Vila Galé Cumbuco em R$ 362 mil

Mãe e padrasto são presos por matar criança de 1 ano e 10 meses e forjar desaparecimento em Maracanaú

Homem joga pedras em igreja, finge estar armado e acaba baleado por vigilante em Fortaleza

Casal armado tira criança de 1 ano e 10 meses dos braços da mãe em Maracanaú

Jovem é morto a tiros na frente da filha em Maracanaú; criança implorou para não matarem o pai

Homem armado faz reféns em ônibus na Ponte Rio-Niterói

PORTAL METRÓPOLE NEWS © 2018 Todos direitos reservados