Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Imagem Do Topo

Teia Comunitária promove realização de sonhos por meio da força coletiva

Talisson Duarte sempre foi apaixonado por esportes. Graduou-se em educação física para se dedicar à prática e ao ensino da ginástica. Tudo ocorria como planejado. Mas esse sonho foi interrompido. Ele se envolveu em um acidente de motocicleta em Fortaleza e sofreu traumatismo craniano, uma grave lesão na cabeça. Os médicos diagnosticaram que Talisson havia perdido os movimentos do lado esquerdo do corpo. 

O que ele não perdeu foi a vontade de resgatar o seu sonho. Dois anos após o acidente, Talisson precisou de cuidados especiais e passou a viver na comunidade de Acende Candeia, em São Gonçalo do Amarante, para focar nos seus cuidados de saúde. Hoje, aos 30 anos, ele não permitiu que as sequelas do acidente limitassem sua vida. O esporte foi sempre seu maior instrumento de superação e foi por meio dele que percorreu caminhos, para alguns, impossíveis. Após muito esforço e adaptações, ele agora orienta ginástica laboral na sua comunidade. 

Ele queria voar mais alto. Foi quando Talisson conheceu a Teia Comunitária, um dos canais do Dialágo Social, um programa desenvolvido pela Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), que busca fortalecer o desenvolvimento regional e valorizar as comunidades da região, mostrando que a própria comunidade pode conquistar aquilo que sonha.

 “Quando eu cheguei em Acende Candeia, fiquei sabendo dos encontros da Teia Comunitária, logo me engajei e conheci novas pessoas de outras comunidades. Nisso, fui apresentado à líder comunitária do Bolso, trocamos os contatos e ela ficou sabendo que eu oferecia atividades laborais na comunidade onde moro. Daí, quis levar essa ginástica também para outras pessoas do Bolso”, comentou Talisson.

Com a Teia, o educador físico conseguiu conquistar seu sonho pessoal e coletivo: continuou exercendo sua profissão e levou mais saúde e disposição para outras diversas pessoas das comunidades. “Faço uma ginástica livre, recreativa. Tenho alunos de 15 a 80 anos. A CSP me ajudou a fazer esse elo da comunidade que eu moro com outras”, afirmou. 

Além das aulas de ginástica, Talisson participa dos encontros promovidos pelo Diálogo Social. Em dezembro, ele marcou presença no Encontro de Lideranças Comunitárias, onde a Gerência de Relações com Comunidades, da CSP, apresentou os resultados e conquistas de todo o ano de 2019. 

 

A força da coletividade

A história de Talisson é um exemplo entre tantas outras que mostra como a Teia Comunitária pode transformar sonhos que são pensados juntos em realidade. A CSP tem acreditado no crescimento das pessoas, fazendo com que juntos, todos possam ir mais longe. “Há um pouco mais de um ano, a CSP estimulou que seis comunidades pudessem contar uma com as outras, seja conversando, apoiando ou facilitando cada ideia. Com isso, formou-se uma grande teia, para que as pessoas pudessem compartilhar seus sonhos pessoais e coletivos em prol do bem-estar”, explicou a assistente de Relações com Comunidades da CSP, Sarah Andrade. 

Posto de saúde realocado 

Um anexo de um posto de saúde no Bolso ficava em um local pouco acessível para as pessoas que trabalhavam e para quem precisava utilizar a unidade de saúde. Por meio da Teia Comunitária, a comunidade se fortaleceu e conseguiu realizar mais um sonho coletivo: levar o posto de saúde para o centro do Bolso. 

“Antes da gente conhecer a Teia, nós não acreditávamos no nosso potencial. A gente tinha a ideia de que só com a política é que poderíamos mudar algo. E não é bem assim. Depois que conheci a Teia, descobri como buscar os nossos sonhos. Uma das melhores coisas que a gente conseguiu foi transferir um posto de saúde, que estava em um local de difícil acesso e agora está sendo bastante utilizado pela comunidade”, comentou Viviane Mesquita, moradora do Bolso. 

A partir da união das pessoas, a unidade de saúde foi transferida para um novo endereço, no Centro da comunidade, com fácil acesso aos moradores e funcionários, próximo de comércios e paradas de ônibus. 

Esse foi um dos sonhos coletivos estimulados pela Teia Comunitária. Agora, a comunidade está cada vez mais unida para pensar em novos sonhos que também poderão ser realizados em 2020. 

Teia Comunitária em um ano

 

66 rodas de conversa

48 encontros

597 pessoas participaram dos encontros 

30 sonhos individuais realizados

11 sonhos coletivos realizados

 

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Nossos Contatos

Entre em contato conosco

WhatsApp - 85 8121-5746

 

ANUNCIE EM NOSSO SITE E APAREÇA DE VERDADE

TEMOS UM ESPAÇO ESPECIAL PARA SEU ANUNCIO

 

Imagens das Postagens

Corpo de idosa assassinada no Icaraí em Caucaia por namorado de cuidadora é enterrado em Fortaleza

Dupla invade residência e mata adolescente de 14 anos na frente do pai em Fortaleza

Lei de Abuso de Autoridade e nova portaria impactam em rotina de policiais militares e civis no Ceará

Caucaia é o município que mais gera vagas no CE; desempenho é o melhor desde 2015

Novos negócios e vocações são desenvolvidas com o Território Empreendedor em Caucaia e São Gonçalo do Amarante

Leilão do Detran-CE tem lance inicial de R$ 300 para moto e R$ 2,5 mil para carro

Inscrições para os novos colégios da Polícia Militar no Ceará começam nesta sexta-feira

Assaltantes invadem UPA, quebram equipamentos, rendem e roubam pacientes e servidores

Mulher sem mãos e pernas tem pedido de benefício negado pelo INSS por não poder assinar papel

PORTAL METRÓPOLE NEWS © 2018 Todos direitos reservados