Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Imagem Do Topo

Marca de feijão de corda emite nota desmentindo boatos sobre chumbo ter sido encontrado em lote

Na última semana saiu na imprensa local que um lote de feijão de corda da marca Fibra, comercializado no Ceará, seria incinerado após laudo do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) confirmar a presença de quantidade não recomendável de chumbo para consumo humano. O fato foi descoberto em julho de 2018, após verificação rotineira da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), que fez a coleta do produto para análise laboratorial.

Diante dos fatos a empresa Fibra Comércio e Industria de Alimentos emite nota esclarecendo os fatos. 

Veja nota na íntegra:

COMUNICADO À IMPRENSA, PARCEIROS E CONSUMIDORES
 
Em virtude das notícias veiculadas nos últimos dias na imprensa local sobre a presença de
chumbo em alguns quilos de um lote de feijão de corda da marca FIBRA, a empresa Fibra Comércio
e Indústria de Alimentos, em respeito aos fornecedores, parceiros e consumidores vem esclarecer os
fatos que estão sendo divulgados.
Fomos surpreendidos com a veiculação de notícias que distorcem a realidade do ocorrido e
buscam prejudicar a imagem e a honra da nossa empresa.
Em agosto de 2018, a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará – SESA realizou coleta de
rotina de uma amostra do lote 1117 do produto feijão de corda da marca Fibra e, na ocasião, após
laudo elaborado pelo LACEN – Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará, supostamente se
constatou que naquela amostra havia a presença de chumbo em quantidade acima da tolerada pela
legislação.
Imediatamente após tomar conhecimento acerca do laudo, de forma preventiva e em
respeito ao consumidor, a empresa Fibra procedeu ao imediato recolhimento de todo o lote ao qual
a amostra estava vinculada. No mesmo momento, a empresa requereu a realização de um novo
laudo do mesmo lote a fim atestar ou não o resultado do primeiro, sendo este segundo laudo
realizado pelo NUTEC – Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará, vinculada à Secretaria
da Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará.
Após análise da amostra por parte do NUTEC, constatou-se que o lote recolhido
não continha qualquer tipo de produto nocivo ao consumo humano, seja de chumbo ou
qualquer outra substância, tendo o primeiro laudo, portanto, apresentado informações
precipitadas.
Dessa maneira, muito embora o lote não contivesse qualquer substância
inadequada ao consumo, ainda no mês de agosto de 2018 todo o lote foi recolhido do
mercado pela empresa.
O oficio que circula datado do dia 04 de abril de 2019, da Secretaria de Saúde, oito meses
após a realização dos laudos, não tem qualquer ligação com os produtos comercializados pela
empresa atualmente, e traz informações indevidas.
Será objeto de investigação interna, pela própria Secretaria de Saúde do Estado, a
publicização do oficio, devendo ser instaurado inquérito policial para identificar e punir os
responsáveis.
Lamentamos a distorção e a utilização indevida de tais fatos para prejudicar nossa empresa
e nossos consumidores, gerando preocupações sem fundamento. Nos colocamos à disposição para
qualquer esclarecimento porventura necessário à correta elucidação dos fatos.
A empresa FIBRA, genuinamente cearense, é uma das líderes no mercado estadual,
atuando na distribuição de gêneros alimentícios há mais de 20 anos, mantendo os mais altos
padrões de qualidade e higiene, levando produtos de excelência à mesa dos seus clientes.
Fortaleza, 29 de Abril de 2019.
 
 
 
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Nossos Contatos

Entre em contato conosco

WhatsApp - 85 8121-5746

 

ANUNCIE EM NOSSO SITE E APAREÇA DE VERDADE

TEMOS UM ESPAÇO ESPECIAL PARA SEU ANUNCIO

 

Imagens das Postagens

Colisão entre dois ônibus bloqueia faixa da BR-222, em Fortaleza

Mais três comunidades de Caucaia recebem melhorias em estradas vicinais

Padrasto e mãe transitaram com bebê morta em bicicleta na Pajuçara, aponta Polícia

Decon multa Vila Galé Cumbuco em R$ 362 mil

Mãe e padrasto são presos por matar criança de 1 ano e 10 meses e forjar desaparecimento em Maracanaú

Homem joga pedras em igreja, finge estar armado e acaba baleado por vigilante em Fortaleza

Casal armado tira criança de 1 ano e 10 meses dos braços da mãe em Maracanaú

Jovem é morto a tiros na frente da filha em Maracanaú; criança implorou para não matarem o pai

Homem armado faz reféns em ônibus na Ponte Rio-Niterói

PORTAL METRÓPOLE NEWS © 2018 Todos direitos reservados