Metrópole News

Caucaia

UPA da Jurema completa seis meses com marco de 400 atendimentos por dia

Crescimento é de 181% em apenas um semestre

A Unidade de Pronto Atendimento Eduardo de Castro Pessoa de Lima, no Parque Potira II, completa seis meses em operação fazendo jus ao título de maior UPA do Ceará. Com apenas 142 atendimentos por dia na primeira semana de funcionamento, o espaço registra agora mais de 400 atendimentos por dia.

O crescimento é de 181% em apenas um semestre. Algo fundamental para uma população usuária do sistema público de saúde quase que na sua totalidade. Estudo da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) indica que 93% dos caucaienses não têm plano de saúde. Ou seja: são pessoas que obrigatoriamente buscam algum equipamento da Prefeitura quando estão doentes ou sofrem algum acidente.

“Eu tenho andado muito pela Jurema e nunca ouvi reclamação do atendimento da UPA. Além de deixar a gente feliz, isso faz a gente ter certeza de que tomou a decisão certa pra retomada da construção dela. O que a gente pagou pra conclusão dessa UPA não foi um gasto. Foi um investimento. E um investimento importantíssimo”, avalia o prefeito Naumi Amorim.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Jurema tem cerca de 130 mil habitantes. É o segundo distrito mais populoso de Caucaia. Só tem menos moradores do que a Sede, cuja população é de aproximadamente 165 mil pessoas. A UPA da Jurema beneficia diretamente, portanto, a 36% de todos os 360 mil moradores do município.

Gente que antes de a unidade começar a funcionar só tinha duas opções: deslocar-se ao Centro de Caucaia ou ao Parque Soledade, onde ficam a UPA Luiz Nerys Nunes de Miranda e o Hospital Municipal Abelardo Gadelha da Rocha, ou procurar atendimento em municípios vizinhos, notadamente em Fortaleza.

“O marco de 400 atendimentos por dia já é importante. Mas a tendência é aumentar ainda mais. Nós estamos na iminência de ofertar serviços que hoje não dispomos. Isso vai ‘segurar’ na UPA da Jurema pacientes que atualmente precisamos encaminhaar para outros espaços”, pontua o secretário municipal de Saúde, Moacir Soares.

Diretor geral da UPA da Jurema, o psicólogo Marcelo Góis credita o aumento no número de atendimentos ao fato de a população cada vez mais conhecer o trabalho desenvolvido na unidade. E a qualidade desse serviço. “A gente está com uma reputação boa de atendimento. Acaba, então, que as pessoas nos procuram mais. Mas existe também uma questão temporal”, explica.

De janeiro a abril, é comum o movimento aumentar nas unidades de saúde. Trata-se da chamada “temporada das viroses”. “Isso acontece todo ano. Mas de toda forma nossa meta é fazer uma média de 350 atendimentos por dia após esse período das arboviroses. É o que rege a portaria que qualifica as UPAs como Porte 3”, acrescenta o diretor geral.

Marcelo Góis refere-se ao documento expedido pelo Ministério da Saúde no fim de março deste ano no qual ministro Ricardo Barros eleva a UPA da Jurema ao Porte 3, o maior nível de classificação. Desta forma, a unidade passa a receber repasse anual de R$ 3 milhões - ou R$ 250/mês - do Governo Federal para manutenção.

A UPA funciona ainda com recursos próprios da Prefeitura de Caucaia e contrapartida do Governo do Estado. Além disso, aguarda parecer do Ministério da Saúde sobre a possibilidade de receber outro repasse federal anual de R$ 3 milhões. A verba seria fruto de mais uma qualificação dos trabalhos.

A inspeção com técnicos ministeriais ocorreu em 31 de janeiro. “A demanda está muito grande. Mas a gente está trabalhando para que a espera seja a mínima possível. Para que tudo continue andando bem, como está andando até agora”, finaliza Marcelo Góis.

Por plantão de 24 horas, por exemplo, a UPA da Jurema dispõe de nove médicos. Conta com 15 leitos de observação, um de isolamento e três na Sala Vermelha, para casos de maior gravidade.

Página:

http://metropolenewscaucaia.com.br/noticia/caucaia/2018/04/16/upa-da-jurema-completa-seis-meses-com-marco-de-400-atendimentos-por-dia/1120.html